"É melhor ser alegre do que triste, alegria é a melhor coisa que existe!"

sábado, junho 03, 2006

Os Perfumes de Bethania

Tive um sábado como há muito tempo não tinha.
Encontrei meus amigos mais que especiais - Antonio, Jana e Eduardo num almoço ótimo, num dos restaurantes mais legais da cidade baixa - Tudo pelo Social.
Conversa boa, muitas coisas para contar, depois de seis meses do último encontro...
Encontrar amigos é sempre maravilhoso.

Pra completar assisti o documentário Música é Perfume com Maria Bethania,
dirigido por Georges Gachout.
Simplismente MARAVILHOSO.
Para Bethania, música é perfume. Tem a mesma característica sensorial. Quando a música "bate" traz lembranças de lugares, sensações, coisas vividas, assim como um perfume.
Música é perfume!
Adorei a comparação.
O documentário muito bonito.
Músicas ótimas.
Apresenta uma Maria Bethania que não conhecia,
super perfeccionista como eu pensava, mais doce do que eu imaginava...
Já no começo ouvimos Gente Humilde.
Conhecemos os bastidores do show e da montagem do cd Brasileirinho, de 2004.
Tem alguns presentes como o Tarde em Itapuã, Samba de Benção (com um arranjo fantástico) e Olhos nos Olhos. O melhor foi ouvir Bethania falando dos versos que gosta mais de cada canção.
"Ë melhor ser alegre que ser triste"
"O samba é a tristeza que balança"
"Porque o samba nasceu lá na Bahia e se hoje ele é branco na poesia, ele é negro demais no coração"
Muito bom ouvir Chico Buarque contar que mandou a letra de Olhos nos Olhos pra Bethania e aguardou duas semanas por resposta, quando começou pensar que ela não tinha gostado, recebeu a fita com a música gravada...
Curioso descobrir que Bethania também é uma "Chiquete", ela diz que VENERA o Chico, assim, com todas as letras, antes de cantar divinamente Olhos nos Olhos.
Ela contou uma história muito legal - disse que cantava à noite Olhos nos Olhos pra Mãe Menininha, porque ela adorava a música, toda vez que Bethania cantava ela perguntava - Mas foi um homem mesmo que fez? Como, se homem tem uma pedra no lugar do coração?
Não o Chico...
Mas voltando a Bethania.
Ela não gosta de por-do-sol.
Achei engraçado ela falar isso. Além de estranho, pra mim, que gosto de por-do-sol.
Caetano faz um depoimento bonito. A mãe de Bethania e Caetano fala coisas que só mãe sabe sobre seus filhos.
O cenário é o Rio de Janeiro e Santo Amaro da Purificação.
O documentário mostra a força e a qualidade da música brasileira.
Nana Caymi e Miucha fazem participação especial.
Pra quem gosta de Bethania, são grandes minutos em companhia de música boa e grandes histórias.

5 comentários:

katinewalmrath disse...

Como é possível passar em companhia de um nariz adunco uns momentos tão plenos nesse sábado frio? Aquela voz tamanha encheu a tela, encheu-me os olhos e acabou rápido demais... E ainda querem me convencer que a delícia era o doce-de-leite do pastel.

Augusto disse...

eu sabia, assim como sei que dois mais dois são sete, que você ia postar algo sobre a Bethânia.

adorei tu ter falado da companhia maravilhosa dos teus amigos mais que especiais, Katine e Augusto. snif!

sim, sou ciumento.

e, pensando bem, o banner do chiquinho fica melhor na parede de outra amiga qualquer. rsrsrs.

Graziana disse...

Katine e Augusto
Grande companhia naquela tarde fria para saborear com todos nossos sentidos aquelas músicas!

Renato disse...

"Oh, abelha-rainha!
Faz de mim, um instrumento de teu prazer
Sim, e de tua glória
Pois se a noite é de completa escuridão
Provo do favo de teu mel
Cavo a direta claridade do céu e Agarro o sol com a mão
É meio-dia
É meia-noite
É toda hora
Lambe-olhos, torce cabelos
Feiticeira, vamos embora!...

Imagina uma criança de 6 anos, no pátio da casa, ouvindo essa música na sala, numa manhã de primavera, os raios de sol desembaraçando os galhos da árvore, num carinho completo dos pássaros sobrevoando a mesma árvore, com as rosas e os botões-de-sino pingando as últimas gotas do último orvalho caído na noite anterior!

Bethânia é tudo e mais um pouco... É água que nos mata a sede do belo, do bonito e do singelo, sem maiores agudos... só ela e a voz dela. Só!

ederson disse...

tenho um vinil com a bethânia vestida quase de roberto carlos.