"É melhor ser alegre do que triste, alegria é a melhor coisa que existe!"

sábado, agosto 05, 2006

passeio

Estava numa igreja. Ela era toda azul por dentro. Nunca tinha visto uma igreja como aquela antes. O altar rico em detalhes dourados, anjos em esculturas. Não lembro de ter visto imagens de santos. Ela era bem alta e espaçosa, grande, não sei se era a Catedral daquele lugar. Acontecia uma cerimônia de casamento. A igreja cheia (e vazia ao mesmo tempo), pessoas bem vestida. O noivo vestia uma farda branca e azul. Não lembro do seu rosto.
Foi quando eu me vi, estava triste, me encaminhava para o altar, como se estivesse cumprindo uma obrigação. Ao contrário daquela gente, me vestia de noiva, mas minha roupa era muito simples, como de uma camponesa. Não tinha buquê. Preocupava-me com o buquê? Precisava voltar... De repente um homem (vestido como um camponês) entrou correndo atrás de mim, gritou– Não case com ele! Não lembro do seu rosto também. Mas me impressionei com o que eu senti quando o vi. Acordei num pulo, sem saber pra que lado fui...
sem saber onde fica aquela igreja, se é que existe igreja azul por dentro ...