"É melhor ser alegre do que triste, alegria é a melhor coisa que existe!"

quarta-feira, setembro 20, 2006



Juro que estou tentando aprender este tal de Tango.

Mas é difícil, Difícil [com D maiúsculo mesmo].

Saio quebrada da aula. as pernas , ai como doem!

Mas fazer o que se me apaixonei pelo Tango.

Foi paixão na primeira aula!

Um dia ei de conseguir sair do passo básico...

Deixar-se ser conduzida realmente não é fácil.

4 comentários:

marcia disse...

em Buenos Aires, fiz o programa de turista (claro) e fui ver uma apresentação de tango no Café Tortoni. poucas danças são mais sensuais que o tango.

eu sempre achei que, apesar do aparente paradoxo, quem se submete assim, livremente, é que está está de fato exercendo sua autonomia. como nas relações sado-masoquistas, é preciso confiar de tal forma no parceiro, que acaba sendo um modo fantástico de liberdade. confuso, né? mas é isso. :)

Ana disse...

Acho que a Márcia disse tudo: no tango se sente a intenção, a confiança, a intimidade, o rítmo, a fantasia...

O tango é respiração.

Graziana disse...

Sim, o tango é respiração, sedução de pés, deixar ser guiada pelo parceiro de dança, confiar e responder cada movimento.
É também muita postura.
É apaixonante, mas bem difícil
:)

Velazquez disse...

Graziana, para quem desenha nas nuvens e planeja tudo antes de dormir, viaja, faz coisas incríveis, realmente não é fácil se deixar conduzir...

Olha que não estou analisando não. Estou falando com experiência própria, porque tenho muita dificuldade nessas coisas de me deixar ser conduzida. E isso pra tudo, guria. Impressionante, mas eu é que gosto de conduzir.
Se eu danço sozinha, faço mil coisas e meu corpo é bem malheável. Agora, se alguém tentar ensinar, fico que nem um dois de paus para aprender a coreografia. Terrível isso, mas não consegui mudar até hoje, não mudo mais!

E bons tangos pra você!