"É melhor ser alegre do que triste, alegria é a melhor coisa que existe!"

sexta-feira, março 30, 2007

Necessário.......

Teatro do Sesi lotado, 85% do público feminino, todas queriam Chico Buarque.
Antes mesmo da cortina subir, o público já aclamava Chico Buarque.
Entre gritos de maravilhoso, lindo, ouço na multidão o grito de voz masculina dizendo: Necessário!
E é verdade. Ele é necessário para seus fãs!
Necessário o show do Chico, as letras do Chico, seu jeito humilde, seus olhos, seus músicos, seus sorrisos,suas canções. Necessário!
O show perfeito. Músicos perfeitos, iluminação, organização, produção, tudo perfeito.

No palco, Chico é acompanhado pelo maestro, arranjador e diretor musical Luiz Claudio Ramos (violão), João Rebouças (piano), Bia Paes Leme (teclados), Wilson das Neves (bateria), Chico Batera (percussão), Jorge Helder (contrabaixo) e Marcelo Bernardes (flauta e sopros).
Li na Zero Hora pela manhã uma "critica" ao show, dizendo que Chico não se mexe no palco. Será que o cara acha que o Chico deve sair sambando como a Ivete Sangalo por aí?
O Chico não precisa sambar, porque suas letras dizem tudo e seus olhos expressam demais.
Vi um Chico feliz, contente com os aplausos, agradecendo a todo minuto e até dizendo que os gritos das fãs o animam! Isso porque estava na segunda fila, quase dentro do palco.
E Chico tímido (não sei não!) agradecia quase cochichando.

As gurias que estavam do meu lado choravam. Não cheguei a tanto. Só estava gelada no final do show, não sei bem porque ...
A sensação que eu tinha era que o Chico cantava só pra mim, de tão pertinho dele que fiquei.

Minha tia trocou de lugar comigo, eu ficaria na quinta fila, acabei na segunda!
Chico cantou todas músicas do novo cd Carioca. Esqueceu a letra de "Leve" e parou pra recomeçar, foi engraçado, talvez os gritos das fãs o desconcentraram! Além de canções antigas, como Voltei a cantar, Eu Te Amo, Morena de Angola, Grande Hotel, Mambenbe, Bye Bue Brasil, João e Maria, Futuros Amantes, As Vitrines, entre outras.
Ouvir Chico cantando Eu Te Amo, como se estivesse olhando pros meus olhos foi uma das melhores partes do show. Tirei todas as fotos que eu pude, filmei duas canções. Quando estiver com tudo na mão, publico aqui.
Na hora do "mais um" estava na frente do Chico, eu e todas mulheres que correram pra frente do palco. Dançamos ao som dos sambas - Deixa a menina, Quem te viu, quem te vê, Sem Compromisso.
Pedimos pra ele cantar Olhos nos Olhos e ele disse que talvez pudesse esquecer a letra, porque esquece até aquelas que ensaia. Ficou seduzindo a mulherada com seus olhos e seu jeito simples, não cantou Olhos nos Olhos, mas deixou todas muito mais felizes quando chegou mais perto e tocou as nossas mãos.
Se eu já era "Chiquete" antes de vê-lo no palco, agora tornei-me "chicolotra chiquete".
Ficar na frente do Chico foi emocionante, pra mim, que o considero um poeta. Mais um grande dia pra guardar na memória...

13 comentários:

Arnaldo disse...

O Chico não precisa ficar dançando no palco. O Chico não precisa fazer piadinha e nem tentar ser engraçado. O Chico não precisa forçar a barra cantando só seus grandes sucessos pra agradar o público.

O Chico só precisa ser o Chico. Isso é suficiente. E necessário.

ederson disse...

Acho q eu te falei da escala que a Veja fez com os shows mais frios... e o chico estava na frente, seguido pela Marisa Monte. Como eu achei o show dela um porre percebi que a escala da revista estava mais ou menos de acordo comigo, então nem me mexi pra ir no do Chico. Mas se vc gostou, tá bom.

E ele rebolando seria muito mais legal.

marcia disse...

eu processava. se pegou na mãozinha, tem que casar.

Rosamaria disse...

que bom, Grazi, tô feliz por ti!

bjs.

Clélia Riquino disse...

Leve é realmente linda, brincando com os diversos significados da palavra...


Leve
Carlinhos Vergueiro & Chico Buarque/1997


Não me leve a mal
Me leve à toa pela última vez
A um quiosque, ao planetário
Ao cais do porto, ao paço

O meu coração, meu coração
Meu coração parece que perde um pedaço, mas não
Me leve a sério
Passou este verão
Outros passarão
Eu passo

Não se atire do terraço, não arranque minha cabeça
Da sua cortiça
Não beba muita cachaça, não se esqueça depressa de mim, sim?
Pense como eu vim de leve
Machuquei você de leve
E me retirei com pés de lã
Sei que o seu caminho amanhã
Será um caminho bom
Mas não me leve

Não me leve a mal
Me leve apenas para andar por aí
Na lagoa, no cemitério
Na areia, no mormaço

O meu coração, meu coração
Meu coração parece que perde um pedaço, mas não
Me leve a sério
Passou este verão
Outros passarão
Eu passo

Não se atire do terraço, não arranque minha cabeça
Da sua cortiça
Não beba muita cachaça, não se esqueça depressa de mim, sim?
Pense como eu vim de leve
Machuquei você de leve
E me retirei com pés de lã
Sei que o seu caminho amanhã
Será um caminho bom
Mas não me leve

O meu coração parece que perde um pedaço, mas não
Me leve a sério
Passou este verão
Outros passarão
Eu passo


O Chico só precisa ser e estar presente. Mais nada... (ah, aqueles olhos!) Te invejo!

Sean Hagen disse...

*



todas sempre querem chico.
impressionante.





*

Zé disse...

Eu deveria ter fotografado teus olhos na sexta-feira. O Chico ainda estava dentro deles.
Bju em ti querida

Cida disse...

Que bela emoção!!!!!!!Eu irei ver aqueles olhos de mar, dia 20/4.Certamente não ficarei gelada como tu, mas será um dia inesquecível, afinal, nunca assisti a nenhum show dele.
concordo com o cara que disse que ele é necessário!!!!!!!!!!Tanta sensibilidade e conhecimento da mulher não se encontra fácil.

Ana disse...

Yessssssssssssss!

Tu merecias ver este show, absolutamente necessário!

Clélia Riquino disse...

Grazi,

Aí estão 3 versões de "Leve", na minha ordem de preferência:

com Carlinhos Vergueiro (no CD "Por todos os sonhos", 2004, com piano de Cristóvão Bastos)

com Carol Saboya (no CD "Sessão passatempo", 2000)

com Chico Buarque (no CD "Carioca", 2006)

bjo,
Clélia

Graziana disse...

Arnaldo - Chico só precisa ser ele mesmo!

Ederson - Assisti o show da Marisa e gostei muito também, talvez porque eu goste das letras e das melodias dela e do Chico e não fique esperando performances circenses de ambos :)

Marcia - foi só a mão, não vou processá-lo ;)

Rosa - foi inesquecível!!!!

Clélia - leve é linda, acho ótima e estava curiosa pra ouvi-la na voz feminina, ficou muito boa, mas se ela gravar esta letra com os arranjos que o Chico gravou ficaria muito melhor! Mas confesso que prefiro na voz dele, depois de vê-lo interpretando leve então!
Obrigada pelas dicas :) Adorei!

Sean - até eu fiquei impressionada com a quantidade de mulher gritando por ele.... que será, que será?
:D

Zé - Fotografa na próxima sexta, ele ainda estará nos meus olhos ;)

Cida - depois me conte tudo hein!!!
foi muito bom...e não foi muito bom só pelos belos olhos azuis que ele tem, mas pelas letras, como pode um cara ter tantas letras lindas assim? isso que me impressiona!
Aproveita o show e fotografa tudo, vou querer as fotos depois ;)

Arnaldo disse...

Destas 3 versões de Leve que a Clélia mandou, a que eu mais gosto é a do Carlinhos Vergueiro.

Lu disse...

Gosto dele, mas prefiro o Caetano, apesar de nada simpático. Mas gosto, gosto, gosto.