"É melhor ser alegre do que triste, alegria é a melhor coisa que existe!"

quarta-feira, maio 31, 2006

Lua Adversa

Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e que vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.
E roda a melancolia seu interminável fuso!
Não me encontro com ninguém
(tenho fases, como a lua...)
No dia de alguém ser meu não é dia de eu ser sua...
E, quando chega esse dia, o outro desapareceu...

Cecília Meireles

Gostaria de ter escrito esta poesia.
Porque é minha preferida, porque me descreve bem.
Tinha 13 a primeira vez que li. Sigo relendo.
Eu e minhas intermináveis fases. Não que sejam muitas,
são fases que se alternam: que vão e que vem.
num secreto calendário, inventando não sei bem por quem.
Fases de andar escondida. Fases de ir para a rua.
Fases de ser sozinha, ser de ninguém.
Fases de ser tua, mas neste dia, não é seu dia de ser meu.
E assim, não me encontro com ninguém.
quando chega neste dia, o outro desapareceu.
(tenho fases como a lua)

13 comentários:

katinewalmrath disse...

Hoje tô achando que nasci sob essa lua também... :-(
Linda poesia!

marcia disse...

hoje a lua estava linda. no início, alta. depois, baixa. um fio amarelo.

ter fases como a lua, que a Cecilia Meireles bem captou em sua imaginação poética, é ser como o tempo e seus ciclos.
porque tudo cresce, depois que míngua. e volta a minguar, depois que cresce.
apenas para nos dizer, como na carta da Roda da Fortuna do tarô, que encerrar ciclos e abrir ciclos é o único modo de fazer a vida girar.

Renato disse...

Fases...
Fases são normais
São fases, simplesmente,
Quando a essência é única
Verdadeira...
Plena

Sean Hagen disse...

*


eu sou incontestavelmente lunático.
coisas de câncer que vc conhece bem.


*

Ana disse...

Ah, a Lua!
Também me sinto lunática... às vezes "aluada", em outras "enluarada"!! Heheheh!
Acho que os blogs que tenho lido têm estado en sintonia... Temos falado no Tempo, na Lua, nas Saudades e, cá entre nós, no Chico!
Linkei teu blog, também!

Graziana disse...

A lua é inspiradora mesmo!

Katine - acho que todos nós nascemos sob várias luas!dependendo da fase, nos encaixamos em uma.

Marcia - A Lua estava maravilhosa sim, também fiquei admirando!
A Cecilia conseguiu capturar muito bem e transformou em poesia nossos cicllos...

Renato - legal que vc apareceu novamente!
Sim, fases são mais que normais, fazem parte da vida, nos ensinam sempre...

Sean - conheço bem sim... tenho dois cancerianos na familia!
E foi por pouco que não nasci canceriana tb.
Segundo minha amiga Luisa, tenho muito mais de cancer que de gemeos ... talvez!Acho mais que sou uma mistura.

Ana - dependendo das fases, me sinto lunatica, ou aluada e gosto de me sentir enluarada também!
Estamos em sintonia sim, e Isso é muito bom, né!

ederson disse...

tá, e agora todo mundo colocou link pro carpinejar... que coisa...

Sean Hagen disse...

*


era só o que me faltava: linkei duas chiquetes ortodoxas.
isso ainda vai me dar problemas.

*

Graziana disse...

Ederson - andei organizando meus links, estou me adaptando a estas linguagens deste blog ainda.
Você também linkou o carpinejar?

Sean - Sabe, estava pensando em propor e coordenar um estudo sobre o Chico e o fascíneo que ele exerce sobre as mulheres...
Quem sabe você poderia auxiliar
;)

marcia disse...

quero dizer que sobre mim o Chico não exerce nenhum fascínio. nenhum mesmo.
contrariando a onda, claro, como é de meu feitio desde que vim ao mundo. o que, aliás, só me traz problemas. :P

e, Ederson, no meu blog vc não acha link para o Carpinejar.

Graziana disse...

Marcia
não é o Chico que me fascina, são suas canções...
;)
O Sean que me intitulou "chiquete", porque escrevi alguns textos seguidos sobre ele...

Zilma Damasceno disse...

Parabéns por nos receber com este lindo Cartão de visitas... Um dos Poemas mais lindos da Cecília Meireles e da poesia brasileira.
Amo a Cecília.
Parabéns pelo seu blog. Bem rico.

Anônimo disse...

ler todo o blog, muito bom