"É melhor ser alegre do que triste, alegria é a melhor coisa que existe!"

domingo, agosto 12, 2007

sobre escritos

Sei que blog foi feito pra ser diário, mas não ando conseguindo escrever aqui, porque estou escrevendo minha monografia. Puxa, de novo este assunto!
Lembro que ano passado alguém me disse que meu texto não era objetivo, usou um adjetivo que não lembro agora pra falar isso, bom, mas não vem ao caso.
Eu, que já sou insegura com relação aos meus textos, me recolhi na minha insignificância. Não foi a primeira vez que alguém falou mau deles. Desde uma professora de redação que eu tive, era até pra eu desistir de escrever sabe, ficar até traumatizada (risos),mas não, teimei escrever mais, até inventei este blog pra isso mesmo, escrever, treinar e quem sabe um dia conseguir escrever melhor.


Bom, mas não era isso que eu ia dizer lá no começo, desculpe o pequeno desabafo...
Como ia dizendo estou bem, viva, escrevendo a monografia e quando possível virei aqui publicar uns escritos ... continuar treinando, que é bom!

6 comentários:

Cátia disse...

Isso amiga! treina q desenvolce... e tempo aparece. O importante é q esta monografia saia de uma vez pra tu ires reencontrar seu amor em breve...
bj

Sean Hagen disse...

*




ninguém é o leonardo da vinci pra ter talento pra tudo.
mas isso não impede que se tente fazer.
quem não gosta da maneira como vc escreve no blog que não leia.
simples e fácil.
e objetivo.


bom trabalho na monografia.




*

Rosamaria disse...

é bem o que o Sean disse, Grazi, se não gostar que não volte.

termina logo essa monografia pra voltares mais seguido e teres mais tempo pro amor.

bjs.

marcia disse...

Grazi, são duas coisas bem diferentes: escrever a monografia e escrever no blog.
são escritos bem diversos.
no blog, ninguém tem nada com isso, eu tô com o Sean.
e vc tem fãs cativos que sempre voltam.
então, nada a temer.

quanto à monografia, vc já fez uma, onde está o medo.
vc tem a estrutura, vá fazendo por partes.
depois é aquela história, texto a gente tem que ir revisando e cortando.
Drummond matou a charada: escrever é cortar palavras.
não existe isso de gênio que senta na frente do computador e sai um texto perfeito.
quem diz que faz assim, lamento, mas quase sempre está mentindo pra se fazer de gostoso.
texto é trabalho e suor.

beijo.

Arnaldo disse...

Graziana,

A gente tem que aproveitar a crítica pra evoluir. E não entre naquela conversa mole de crítica construtiva. Isso é conversa fiada. Não tem a menor importância a intensão da pessoa que fez a crítica. O que importa é o que a gente constrói com ela. É a gente que torna uma crítica construtiva, venha de quem vier e seja qual for a intensão de quem a lançou.

Ana disse...

Graziana
O importante é que escreves com "verdade"!
Sempre aprendo com tua experiência e adoro vir te ler!
O resto, o Xôn e a Márcia já falaram: leva a monografia a sério e vem aqui te divertir! Combinado?
Grande beijo! Tu é show!!